[Resenha] A Queda dos Anjos – Susan EE @Verus_Editora

logo-versus

 A-queda-dos-anjos-Livros&FuxicosA Queda Dos Anjos

Angelfall

Fim dos Dias – Livro 1

Autora: Susan E E

Editora: Verus

Páginas: 279

Lançamento: 2016

Classificação: 5/5 ♥ Favoritado

Gênero: Fantasia, Ficção, Apocalipse, YA, Romance

Quando o mundo que conhecemos está prestes a ser arrasado, é preciso apostar tudo na redenção. Os anjos do apocalipse chegaram — e vieram para aterrorizar a humanidade e acabar com o mundo moderno. Gangues de rua tomam conta do dia, enquanto o medo e a superstição dominam a noite. Quando anjos guerreiros sequestram uma menininha indefesa, sua irmã mais velha, Penryn, fará o que for preciso para salvá-la. Até mesmo um acordo com um anjo inimigo. Raffe é um guerreiro caído, que perdeu as asas. Depois de eras lutando suas próprias batalhas, ele é resgatado de uma situação desesperadora pela jovem Penryn, que concorda em ajudá-lo — desde que ele mostre a ela como encontrar sua irmã. Viajando por um mundo sombrio e perigoso, eles podem contar apenas um com o outro para sobreviver. Juntos, vão em direção à fortaleza dos anjos em San Francisco, onde Penryn arriscará tudo para resgatar sua irmã, e Raffe se colocará à mercê de seus piores inimigos pela chance de voltar a ser inteiro.

Resenha

Faz um bom tempo que não lia nada do gênero fantasia. Estava ansiosa para começar a leitura do livro que havia escolhido pela capa maravilhosa. Sim, sou dessas! Escolho livro pela capa e devo admitir que a capa original é divina também, não saberia dizer qual a minha favorita de tão perfeitas. Como não leio as sinopse dos livros, não fazia ideia do tipo de assunto abordado. Aí me deparo com uma fantasia pós-apocalítica de tirar o fôlego e  acabo fascinada pela história.

A trama é narrada por Penryn, uma adolescente forte e batalhadora que vive com a irmã mais nova que é cadeirante e com a mãe esquizofrênica. O pai as abandonou há algum tempo e desde então ela precisou tomar conta da família pois a doença mental de sua mãe piora a cada dia.

O anjo Gabriel foi assassinado pelos humanos, ao vivo na TV, depois disso o mundo se tornou um caos. Alguns anjos desceram do céu e começaram a matar os humanos e dominar a Terra sem outras explicações. As pessoas tiveram de abandonar suas casas, carros, pertences, tudo e ir atrás de comida, água e segurança. Enfim, tiveram de fugir para tentar sobreviver no mundo pós apocalipse.

… No entanto, a única coisa que realmente me convence de que o apocalipse chegou são os smartphones esmigalhados aos meus pés. Nada menos que o fim do mundo faria nossos amantes de tecnologia ecologicamente conscientes jogarem seus últimos apetrechos eletrônicos na rua. É praticamente um sacrilégio, mesmo que agora não passem de peso morto.

Penryn tentou adiar sair da segurança do seu lar por conta das dificuldades de locomoção da cadeira de rodas de sua irmã e também por conta da doença mental da mãe, mas chega o dia em que faltam comida, água e segurança. Então ela sabe que também precisa fugir para salvar a sua família.

Durante a fuga, ela acaba presenciando uma briga entre anjos e quando um dos anjos, Raffe, tem suas asas arrancadas diante de seus olhos, ela decide ajudá-lo, só que no meio da confusão sua irmã é raptada por outro anjo.

Meus amigos me chamam de Ira, meus inimigos de “Por Favor Tenha Piedade”.

Eles decidem se ajudar após a confusão. Raffe quer encontrar um modo de implantar as asas arrancadas e Penryn precisa encontrar a irmã que foi raptada. Juntos precisam encontrar um modo de sobreviver e enfrentar uma série de acontecimentos bizarros em busca de seus objetivos.

— Se lamentar realmente faz os humanos se sentirem melhor?

— Estivemos sussurrando desde que vimos as vítimas na estrada.

— Não estou me lamentando — sussurrei de volta.

— Claro que não. Uma garota como você, passando o tempo com um semideus guerreiro como eu. O que há para se lamentar?
Deixar uma cadeira de rodas para trás não seria nada comparado a isso.

Eu quase tropecei em um galho caído.

— Você deve estar de brincadeira.

— Nunca brinco sobre meu status de semideus guerreiro.

— Ai. Meu. Deus. — Eu baixei a voz, tinha me esquecido de sussurrar. — Você não passa de um passarinho sem atitude. Tudo bem, você tem alguns músculos, eu lhe dou créditos por isso. Mas você sabe, um passarinho é nada mais do que um lagarto desenvolvido. É isso que você é.

Ele gargalhou.

— Evolução — ele se inclinou como se fosse contar um segredo.

— Vou te contar que eu sou assim perfeito desde o início dos tempos — ele está tão perto que sua respiração afaga minha orelha.

— Oh, por favor. Sua arrogância está ficando muito grande para essa floresta. Logo, logo, você vai ficar preso tentando andar entre as árvores. E depois, vou ter que te resgatar — eu dei um olhar estranho a ele. — De novo.

– Aqui, te mostro como usar. Me deixa dar uma olhada no seu pé.
– Esse é um pedido muito íntimo no mundo dos anjos. Geralmente é preciso um jantar, um vinho e uma conversa estimulante para eu te mostrar os meus pés.
Isso exige uma resposta espirituosa.
– E daí? – respondo.
Tudo bem, eu não vou receber o Troféu Mulher Espirituosa do Ano.

Penryn é uma personagem forte, corajosa e decidida e como a autora criou um cenário de guerra incrível, confesso que nem senti falta de mais romance. Muito pelo contrário, em um mundo pós-apocalítico acredito que o importante é sobreviver e não namorar. Esse foi um dos pontos que mais curti, a autora criou situações apavorantes, assustadoras e eletrizantes. Impossível parar de ler e impossível não ficar ansiosa pela continuação.

Adormecido, ele se parece com um sangrento Príncipe Encantado, acorrentado no calabouço.
Quando eu era pequena, sempre pensei que eu ia ser a Cinderela, mas eu acho que isso me faz a
bruxa malvada.

Eu gostaria de saber o que vai te matar mais rápido: a lealdade ou a teimosia.

Nunca pensei sobre isso antes, mas tenho orgulho de ser humana. Temos tantos defeitos. Somos frágeis, confusos, violentos e lutamos contra tantos problemas… Mas, no fim das contas, tenho orgulho de ser humana.

Esse é um daqueles livros que nos faz perder uma noite de sono e ao final você tem vontade de entrar em contato com a editora e dizer “OMG!!! Será que vocês podem lançar logo o próximo livro!!!”

Sobre a série

Saga-AQuedadosAnjos

A Queda dos Anjos é o primeiro volume da trilogia Angelfall. A data de lançamento no Brasil do segundo volume ainda não foi divulgada pela editora.

Por Viviane Gonçalves

Para maiores informações acesse ⇒ Grupo Editorial Record

record

Anúncios

4 comentários sobre “[Resenha] A Queda dos Anjos – Susan EE @Verus_Editora

  1. Parece muito, muito bom. O chato de ler livro que sabidamente faz parte de uma série é meio frustrante, por outro lado. Às vezes deixo pra ler anos mais tarde, quando já publicaram tudo, pra daí embarcar na coisa.
    Mas marquei na lista de “quero ler” de todo modo. Haha.
    Você também é assim?

    Curtido por 1 pessoa

    • Ismália, sim, eu também já deixei de ler muitos livros por conta das continuações. Sabemos que aqui no Brasil as editoras demoram para lançar os próximos volumes o que é desanimador. Mas esse livro é tão maravilhoso, que só posso dizer… se você curte o gênero, LEIA! rs Bjs!

      Curtido por 1 pessoa

  2. Olá, esses livros tem um pouquinho de tudo que eu amo! E não tem nem como te julgar, essas capas são MARAVILHOSAS!!! Já quero ler, mds!
    Adorei seu blog, vou vasculhar aqui 🙂
    Abraços,
    escrevendoquemaltem.wordpress.com/

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s