[Resenha] Amor de Cordel – Andrea Marques @editorapandorga

pandorga-nacional

Capa_Amor de Cordel_baixa

Amor de Cordel

Autora: Andrea Marques

Gênero: Literatura nacional, Romance

Editora: Pandorga Nacional

Páginas: 400

1º Edição 2016

 

Classificação: 4/5

Leia aqui o primeiro capítulo ⇒ Amor de Cordel

O divórcio é o fim? Ou apenas o começo?

Aos 38 anos de idade, Carolina Borges achava que tinha a vida perfeita. Casada com Miguel, era feliz mesmo sem ter realizado o sonho da maternidade. No entanto, a convivência com o marido e seu bom desempenho profissional a deixavam satisfeita e segura. O destino lhe prega uma peça e, sem esperar, ela vê sua vida se modificar significativamente. Seu casamento chega ao fim, e sua carreira como terapeuta ocupacional, que sempre lhe proporcionou alegrias, passa a torturá-la. Isso acontece quando o jovem arquiteto Alexandre Bastos entra em seu consultório pela primeira vez, despertando em Carol sentimentos conflituosos que a farão repensar seus valores e a obrigarão a sair de sua zona de conforto para se arriscar em terrenos desconhecidos que poderão colocar em risco sua própria vida. Permeado por traições e intrigas, Amor de cordel é um romance contemporâneo que traz à tona assuntos do universo feminino, além de despertar a paixão até nas mulheres mais modernas e independentes.

Resenha

O livro Amor de Cordel, da autora paulista Andrea Marques, narra a história de uma terapeuta que passa pela separação do casamento de longa data, e recomeça a vida apaixonando-se por um paciente.

Com uma narrativa envolvente, a autora paulista Andrea Marques lança o primeiro livro da trilogia, Amor de Cordel. Conversando com o leitor sobre temas polêmicos, como o amor entre um jovem homem e uma mulher mais velha, a impossibilidade de ter filhos e a traição, a leitura é um romance que se apresenta cheio de impossibilidades e reviravoltas.

O enredo roda em torno de Carolina, uma terapeuta ocupacional que acaba de passar por uma separação abrupta do casamento de mais de 14 anos. Separada, ela precisa recomeçar a vida, mesmo já sendo independente financeiramente. Com 38 anos, tímida e sem muitos amigos, as chances de encontrar um novo amor são pequenas.

As palavras dele ficaram se repetindo na minha mente e mesmo assim eu não conseguia entender o que ele estava dizendo. Depois de catorze anos juntos ele estava falando que não me amava mais? Que estava apaixonado por outra mulher? Não consegui dizer nada, estava atônita.

Entretanto, o jovem arquiteto Alexandre entra na vida da terapeuta e a vira de cabeça para baixo. Jovem, bonito e muito comunicativo, Alexandre é o total oposto de Carolina. Apesar de tudo, ela se apaixona perdidamente por ele, trazendo à tona sentimentos conflituosos sobre valores, como mulher e como terapeuta.

Mordi os lábios quando terminei a frase, e sem querer admitir para mim mesma, pedi secretamente aos céus que Alexandre realmente fosse apenas mais um paciente para mim.

Agora, com um novo amor, resta a ela enfrentar as dificuldades que a vida lhe impor no caminho. Permeado por traições e intrigas, Amor de Cordel é um romance contemporâneo que desperta a paixão até mesmo nas leitoras mais modernas e independentes.

O livro é o primeiro de uma trilogia que lida com temas como: maternidade, diferença de idade entre casais (a heroína é mais velha que o par romântico), independência da mulher, traições e o novo conceito de matrimônio da sociedade atual.

Amor de Cordel é narrado em primeira pessoa pela protagonista e isso tornou a leitura lenta. A diagramação traz uma letra pequena e este foi outro fato que me incomodou, uma vez que tenho problemas de visão e costumo ler mais a noite. Algumas cenas são extremamente descritivas e acredito que a autora poderia ter enxugado um pouco a história.

Outro fato que me chamou a atenção é que Carolina é uma protagonista madura e forte que enfrentou uma separação de forma incrível e motivadora, mas em certos momentos se mostrou tão insegura que eu me questionava: onde está a mulher forte que saiu de uma separação de cabeça erguida? Porém, como ela estava tentando recomeçar eu me colocava em seu lugar e ficava imaginando que eram muitas mudanças e que essas novas experiências podiam desencadear certas inseguranças. Mas ao final do livro não senti muita evolução e isso me deixou um pouco decepcionada. Esperava mesmo que os personagens amadurecessem mais.

Apesar dos pontos citados acima a autora escreve de forma envolvente e terminei a leitura com um gostinho de quero mais.

Gostei da forma como autora aborda vários assuntos delicados durante a narrativa. Tenho 34 anos, sou fisioterapeuta e já passei por uma separação, esses pontos talvez tenham ajudado a me identificar com a história e ter gostando do livro.

Indico para mulheres que gostam de romances maduros e temas mais adultos.

A capa é maravilhosa, a edição está muito bonita mas eu queria muito letras maiores.

Por Viviane Gonçalves

Para maiores informações acesse ⇒ Escritora Andrea Marques

imagem_release_630444

Anúncios

2 comentários sobre “[Resenha] Amor de Cordel – Andrea Marques @editorapandorga

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s