[Lançamentos] Editora Arqueiro – Junho 2016

c3ac8508cc80a491f326ced45ff14aec_400x400

Os próximos lançamentos da Editora Arqueiro estão imperdíveis

Três coisas sobre você_16mm.indd

TRÊS COISAS SOBRE VOCÊ – Julie Buxbaum

“Como eu adoraria ter escrito este livro! O texto de Julie Buxbaum é leve, irônico, ácido, esperto, engraçado, preciso e deliciosamente irresistível. De tão envolvente e despretensiosa, a história de Jessie (e sua vida numa escola nova e numa cidade nova, beeeem longe da sua) é como um ímã para os olhos: simplesmente não dá para parar de ler.” – Thalita Rebouças, autora de Confissões de uma garota excluída, mal-amada e (um pouco) dramática 

“Este é um daqueles livros que você sempre quis ler. Não é só mais uma comédia adolescente, mas uma história sobre pessoas, mudanças, amizade, família, tatuagens não feitas, segredos e waffles. É uma jornada fascinante sobre crescer e transformar relacionamentos em poesia, não importa quem você seja.” – Babi Dewet, autora de Sábado à noite 

Setecentos e trinta e três dias depois da morte da minha mãe, 45 dias após o meu pai fugir para se encontrar com uma estranha que ele conheceu pela internet, 30 dias depois de a gente se mudar para a Califórnia e apenas sete dias após começar o primeiro ano do ensino médio numa escola nova onde conheço aproximadamente ninguém, chega um e-mail. Deveria ser no mínimo esquisito, uma mensagem anônima aparecer do nada na minha caixa de entrada, assinada com o bizarro nome Alguém Ninguém. Só que nos últimos tempos a minha vida tem estado tão irreconhecível que nada mais parece chocante….tenho observado você no colégio. não de modo doentio, mas agora me pergunto: será que o simples fato de eu ter usado a palavra “doentio”, por definição, me torna doentio? de qualquer forma, acontece que… você me intriga. já deve ter notado que a nossa escola é um mundo vasto de Barbies e Kens, quase todos louros e de olhos vazios, e alguma coisa em você – no seu jeito de andar, falar e na verdade não falar, apenas observar a todos nós como se fizéssemos parte de um documentário bizarro do National Geographic – me faz pensar que você pode ser diferente de todos os idiotas da escola.

eu fico com vontade de saber o que se passa nessa sua cabeça. vou ser sincero: não costumo me interessar pelo que há na cabeça dos outros. a minha já dá trabalho suficiente.

o objetivo deste e-mail é oferecer meus conhecimentos. desculpe ser o portador de más notícias: não é fácil se orientar nos territórios ermos do colégio Wood Valley. o lugar pode parecer caloroso e receptivo, com a ioga, a meditação, os cantinhos de leitura e o carrinho de café (desculpe: o Karrinho de Kafé), mas, como todos os outros colégios do ensino médio (ou de um jeito até pior), é uma droga de uma zona de guerra.

por isso me ofereço como o seu guia espiritual virtual. sinta-se livre para fazer qualquer pergunta (a não ser, claro, sobre a minha identidade), e vou me esforçar ao máximo para responder a você: com quem fazer amizade (lista curta), de quem manter distância (lista maior), por que não se deve comer o hambúrguer vegetariano do refeitório (longa história, você nem vai querer saber), como tirar 10 na prova da Sra. Stewart e por que você nunca deve se sentar perto do Ken Abernathy (problema de flatulência). ah, e tenha cuidado na aula de educação física. o Sr. Shackleman faz todas as garotas bonitas darem voltas extras pela quadra para poder olhar a bunda delas.

Parece informação suficiente por enquanto.

E, só para constar, bem-vinda à selva.

Atenciosamente, Alguém Ninguém.



MeioRei_15mm.indd

MEIO REI – Joe Abercrombie

“Uma construção de mundo grandiosa, personagens maravilhosos e cenas de ação extraordinárias… Meio rei é o meu livro favorito de Abercrombie, e isso quer dizer muita coisa.” – Patrick Rothfuss, autor de O nome do vento 

“Assim como em todas as obras de Abercrombie, aqui a linha entre o bem e o mal é tênue e nada ocorre segundo as expectativas. Meio rei é definitivamente uma aventura com A maiúsculo.” – Rick Riordan, autor da série Percy Jackson e os Olimpianos 

Ganhador do prêmio Locus, Meio rei foi considerado, em 2014, uma das 5 melhores obras de fantasia pelo The Washington Post e um dos 10 melhores livros para jovens pela Time. 

Jurei vingar a morte do meu pai. Posso até ser meio homem, mas sou capaz de fazer um juramento por inteiro.

Filho caçula do rei Uthrik, Yarvi nasceu com a mão deformada e sempre foi considerado fraco pela família. Num mundo em que as leis são ditadas por pessoas de braço forte e coração frio, ser incapaz de brandir uma espada ou portar um escudo é o pior defeito de um homem.

Mas o que falta a Yarvi em força física lhe sobra em inteligência. Por isso ele estuda para ser ministro e, pelo resto da vida, curar e aconselhar. Ou pelo menos era o que ele pensava.

Certa noite, o jovem recebe a notícia de que o pai e o irmão mais velho foram assassinados e não lhe resta escolha a não ser assumir o trono. De uma hora para outra, ele precisa endurecer para vingar as duas mortes. E logo sua jornada o lança numa saga de crueldade e amargura, traição e cinismo, em que as decisões de Yarvi determinarão o destino do reino e de todo o povo.

Joe Abercrombie nos apresenta um protagonista surpreendente, numa história de percalços e amadurecimento que abre a trilogia Mar Despedaçado.

“Refinado e perspicaz, este é talvez o livro de Abercrombie com a técnica mais elaborada… Duvido que você leia o primeiro capítulo e não sinta vontade de continuar.” – Brent Weeks, autor de Caminho das sombras

Soprava um vento forte na noite em que Yarvi descobriu que era rei. Ou pelo menos meio rei. Provocava o fogo, que cuspia e estalava de raiva, lançando uma luz tremeluzente.

A porta se escancarou com um estrondo e o vento atravessou o aposento. As chamas da fogueira saltaram junto com Yarvi, dançando distorcidas nos milhares de frascos e garrafas. Um vulto subiu os degraus.

Era Odem, tio de Yarvi, arfante, com o cabelo emplastrado de chuva no rosto pálido. Encarou o sobrinho com os olhos arregalados e abriu a boca, mas não emitiu nenhum som. Não era necessário ter o dom da empatia para ver que ele estava sob o peso de notícias esmagadoras.

– O que foi? – perguntou Yarvi, a garganta apertada de medo.

Seu tio se ajoelhou, apoiando as mãos na palha oleosa. Baixou a cabeça e sussurrou apenas duas palavras, com a voz rouca:

– Meu rei.

E Yarvi soube que seu pai e seu irmão estavam mortos.


ARQ_Outlander_2_47mm.indd

OUTLANDER – A LIBÉLULA NO ÂMBAR – Diana Gabaldon

“Intrigante… profundamente envolvente… Quando se chega à última página, é difícil conseguir esquecer os personagens.” –Daily Press 

“Brilhante e cheio de vida… Diana Gabaldon é uma contadora de histórias talentosa que nos deixa sem fôlego… Ela transporta os leitores para outra época com a facilidade de um grande historiador e cria personagens tão reais que quase acreditamos que existiram.” – Rave Reviews 

Claire Randall guardou um segredo por vinte anos. Ao voltar para as majestosas Terras Altas da Escócia, envoltas em brumas e mistério, está disposta a revelar à sua filha Brianna a surpreendente história do seu nascimento. É chegada a hora de contar a verdade sobre um antigo círculo de pedras, sobre um amor que transcende as fronteiras do tempo… e sobre o guerreiro escocês que a levou da segurança do século XX para os perigos do século XVIII.

O legado de sangue e desejo que envolve Brianna finalmente vem à tona quando Claire relembra a sua jornada em uma corte parisiense cheia de intrigas e conflitos, correndo contra o tempo para evitar o destino trágico da revolta dos escoceses. Mesmo com tudo o que conhece sobre o futuro, como será possível salvar a vida de James Fraser e da criança que carrega no ventre?


9788580415650

 A GAROTA ITALIANA – Lucinda Riley

Lucinda Riley já vendeu mais de 7 milhões de livros no mundo. 

Uma inesquecível história de amor, traição, paixão, obsessão e música.

Aos 11 anos, Rosanna Menici vê sua vida transformada para sempre quando conhece Roberto Rossini, um jovem cantor de ópera.

Depois desse único encontro, ela se deixa guiar pelo próprio talento e embarca numa viagem que, ao longo dos anos, a leva de uma vida simples em Nápoles para os palcos das mais famosas óperas do mundo.

É então que seu caminho cruza novamente com o de Roberto. Arrebatados pela paixão, eles passam a dividir os holofotes e a encantar as plateias onde quer que se apresentem.

No entanto, segredos do passado ameaçam a felicidade do casal e seu relacionamento quase obsessivo começa a afetar a carreira de Rosanna e a vida de todos à sua volta. Com Roberto, ela se vê perdida numa paixão que a consome e sem a qual não pode viver.

Com cenários deslumbrantes e diálogos emocionantes, A garota italiana narra uma jornada de autodescoberta e dedicação à arte e nos lembra que o amor não faz desistir dos sonhos: ele nos dá forças para sonhar mais.

Roberto ergueu a cabeça, incrédulo, ao ouvir aquela voz. Não era possível que um som tão puro e perfeito estivesse saindo daquela menina magrela de vestido horroroso. Ou era? Quando olhou para Rosanna, porém, não viu mais a pele amarelada nem os braços e pernas que pareciam não ter fim. O que viu foram os imensos e expressivos olhos castanhos.

Sabia que não estava escutando uma menina em idade escolar se exibir para os convidados de uma festa. A desenvoltura com que ela fazia soar as notas, seu controle natural e sua musicalidade evidente eram dons, não algo que se aprendesse.

Atravessou a cantina e foi até Rosanna, que acabara de se desvencilhar do abraço entusiasmado de Maria.

– Você tem um talento muito especial, Rosanna. Tenho certeza de que vamos nos encontrar de novo um dia.

No andar de cima, no quarto que dividia com a irmã, Rosanna levou a mão até debaixo do colchão e pegou seu diário. Depois de encontrar o lápis, subiu na cama e começou a escrever.

Após anotar cuidadosamente as palavras que Roberto tinha lhe dito, deu um sorriso de prazer e fechou o diário. Então se recostou no travesseiro e ficou ouvindo a música e as risadas lá embaixo.

Alguns minutos depois, sem conseguir dormir, sentou-se. Tornou a abrir o diário, pegou o lápis e escreveu outra frase:

Um dia eu vou me casar com Roberto Rossini.

“A irlandesa Lucinda Riley está aos poucos se tornando uma enorme história de sucesso.” – Red

“Ela manipula os fios da trama com muita habilidade.” Independent on Sunday


Principe_Westeros_Arqueiro_25mm.indd

O PRÍNCIPE DE WESTEROS E OUTRAS HISTÓRIAS – George R. R. Martin

Um livro fascinante que reúne os melhores contos de grandes nomes da literatura fantástica. 

Inclui conto de George R. R. Martin passado no mundo de A Guerra dos Tronos. 

“Todas as histórias são extraordinárias. Só o sumário já é suficiente para deixar os fãs de todos os gêneros literários com água na boca.” – Library Journal

Se você é fã de literatura fantástica, irá se deliciar com esta antologia de contos organizada por George R. R. Martin e Gardner Dozois.

Obras inéditas dos melhores autores do gênero irão surpreendê-lo com enredos ardilosos e reviravoltas intrigantes. O próprio George R. R. Martin apresenta uma nova história do apaixonante e violento mundo de A Guerra dos Tronos, introduzindo um dos personagens mais canalhas de Westeros.

Acompanhe grandes autores, como Gillian Flynn, Neil Gaiman, Patrick Rothfuss, Scott Lynch e muitos outros, nesta coletânea emocionante sobre vigaristas, mercenários e ladrões.


noite sobre águas_21mm.indd

NOITE SOBRE AS ÁGUAS – Ken Follett

“Ken Follett retoma os elementos de espionagem, luxúria e nazismo que trabalhou tão bem em O buraco da agulha. Prepare-se para horas e horas de uma ótima história.” – Kirkus Reviews 

“O mestre do suspense épico tece uma trama cheia de tensão no Expresso Oriente dos ares e arrasta o leitor para um redemoinho de intriga e romance.” – Publishers Weekly 

Setembro, 1939. Poucos dias após o Reino Unido declarar guerra à Alemanha, um enorme hidroavião está prestes a partir da costa sul da Inglaterra. A aeronave mais luxuosa do mundo tem como destino Nova York, no que deve ser o último voo civil a sair da Europa antes do conflito.

A bordo dela encontram-se tanto a nata da sociedade quanto a escória da humanidade. Contudo, não é apenas a guerra que motiva os passageiros a deixar o continente: eles também querem se distanciar do próprio passado.

Confinados por trinta horas em meio a todo o conforto, porém numa época em que voar ainda é um empreendimento arriscado, eles veem a travessia do Atlântico se tornar uma viagem de crescente angústia, com perigos inesperados que os conduzem a uma tempestade de violência, intriga e traição.

Em Noite sobre as águas, Ken Follett exibe mais uma vez sua escrita magistral ao narrar as histórias dos mais diferentes personagens e fazê-las colidir neste emocionante voo cinco estrelas.


A caminho do altarA CAMINHO DO ALTAR  – Julia Quinn

“Este romance é radiante e festivo como uma taça de champanhe. Brindemos a ele, porque vale a pena.” – Publishers Weekly 

“Inteligente e divertido.” – Time Magazine

Ao contrário da maioria de seus amigos, Gregory Bridgerton sempre acreditou no amor. Não podia ser diferente: seus pais se adoravam e seus sete irmãos se casaram apaixonados. Por isso, o jovem tem certeza de que também encontrará a mulher que foi feita para ele e que a reconhecerá assim que a vir. E é exatamente isso que acontece.

O problema é que Hermione Watson está encantada por outro homem e não lhe dá a menor atenção. Para sorte de Gregory, porém, Lucinda Abernathy considera o pretendente da melhor amiga um péssimo partido e se oferece para ajudar o romântico Bridgerton a conquistá-la.

Mas tudo começa a mudar quando quem se apaixona por ele é Lucy, que já foi prometida pelo tio a um homem que mal conhece. Agora, será que Gregory perceberá a tempo que ela, com seu humor inteligente e seu sorriso luminoso, é a mulher ideal para ele?

A caminho do altar, oitavo livro da série Os Bridgertons, é uma história sobre encontros, desencontros e esperança no amor. De forma leve e revigorante, Julia Quinn nos mostra que tudo o que imaginamos sobre paixão à primeira vista é verdade – só precisamos saber onde buscá-la.

–O que o senhor vai fazer agora? – perguntou ela.
– Com relação à Srta. Watson?
Lucy fez que sim.
– O que a senhorita sugere que eu faça?
– O senhor pode esperar. Acho que… com o tempo… talvez ela perceba…
– Perceba o quê?
– Bem, que o senhor… é muito melhor do que os outros. Não sei por que ela não consegue ver. É bastante óbvio para mim.
Essa afirmação vinda de qualquer outra pessoa teria sido estranha. Fora fervorosa demais. Talvez até mesmo uma dica tímida de que a moça estava disponível.
Mas a pessoa em questão era Lady Lucinda. Ela não usava artifícios – era o tipo de garota em que um homem podia confiar. Um pouco como suas irmãs, imaginou, com uma inteligência vivaz e um senso de humor afiado.
– Vai acontecer – garantiu Lucy. – Ela vai perceber.
Gregory observou os lábios de Lucy enquanto ela falava. Não sabia por quê, mas o formato deles de repente lhe pareceu intrigante… a maneira como se moviam, desenhando as consoantes e as vogais. Eram lábios comuns. Nada neles havia atraído a sua atenção antes. Mas ali, na biblioteca escura, sem nada no ar além do suave sussurro de suas vozes…
Ele se perguntou como seria beijá-la.

 

 


Eu sem voce_17mm.indd

EU SEM VOCÊ – Kelly Rimmer

“Se você é fã de JoJo Moyes, David Nicholls e Nicholas Sparks, então irá amar Eu sem você.”– Goodreads 

Eu sem você é um livro que nos faz sorrir, chorar e lembrar de ficar bem perto de quem amamos.

Há um ano, conheci o amor da minha vida. Para duas pessoas que não acreditavam em amor à primeira vista, até que Lilah e eu chegamos bem perto de dizer que isso aconteceu conosco.

Eu tinha um bom emprego em uma agência de publicidade e não fazia outra coisa além de trabalhar. Era incapaz de tomar decisões sobre meu futuro e minha casa inacabada e não sabia aproveitar a vida. Até conhecer Lilah.

Lilah MacDonald era uma advogada ambientalista linda e decidida – e, para minha surpresa, detestava usar sapatos. Era uma pessoa tão maravilhosa que é até difícil descrevê-la.

Nosso relacionamento não poderia ser mais improvável, mas me transformou profundamente. Comecei a enxergar as coisas de outra forma e a redescobrir antigas paixões. Lilah me ensinou a viver outra vez e a aproveitar ao máximo tudo o que a vida tem a oferecer.

Ela me proporcionou momentos incríveis, mas também manteve em segredo algo que partiu meu coração. Ainda assim, se há uma coisa que aprendi com Lilah é que o amor pode curar qualquer ferida.

Meu nome é Callum Roberts e esta é a nossa história.

****

Lilah – 7 de setembro

Há uma coisa – e somente uma – que preciso lembrar: a maneira como me sinto esta noite. Caí de paraquedas nessa relação com Callum. Tenho me deixado levar, permitindo que a química entre nós nos guie, pensando que podemos fazer bem um ao outro. Quando nos encontramos por acaso na George Street, pensei que se eu acreditasse em “é para ser”, então era isso que era para ser. Eu me imaginei contando à minha mãe sobre como eu tinha tentado fazer a coisa certa e poupá-lo das complexidades da minha vida e que, então, ele simplesmente apareceu do nada bem na minha frente, logo no dia seguinte. Ela faria aquela cara de velha sábia que gosta de exibir para seus alunos e alegaria que o Universo estava tentando me dizer alguma coisa. Eu riria dela, mas, secretamente, adoraria, porque era naquilo que eu queria acreditar também.

Mas, apesar dos protestos de Callum de que era um solteiro convicto, tudo o que eu via quando olhava para ele era alguém que queria amar e ser amado. Estamos nos apaixonando. A relação ainda está engatinhando, mas toda vez que nos vemos as palavras fluem e os sentimentos as seguem. Cada dia que eu prolongo isso apenas torna tudo mais difícil.

****

“Eu me apaixonei por este livro maravilhoso na primeira frase e leria tudo de novo.” – Sky’s Book Corner

“É o retrato mais bonito que já vi do nascimento de um amor, uma história inesquecível que eu mais que recomendo.” – GirlsLovetoRead.com

“Eu sem você é lindo e comovente, um livro sensacional.” – Reviewed the Book

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s